A realidade da estrada sob a visão de um caminhoneiro
28 de April de 2021

“O programa tem tudo para ser um divisor de águas para a classe dos caminhoneiros”, diz Adriano Piacentini, 1º secretário da Cooperativa de Segundo Grau – C2G LOG de Araucária-PR, que nasceu a partir do Roda Bem Caminhoneiro. O programa tem a gestão da União Nacional das Cooperativas da Agricultura Familiar e Economia Solidária (Unicafes) e foi lançado no fim de 2019 pelo Governo Federal, através do Ministério da Cidadania, com apoio do Ministério da Infraestrutura, para incentivar o cooperativismo entre os caminhoneiros autônomos e melhorar a renda e a qualidade de vida da categoria.

 

Atualmente, conforme a Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT), o Brasil possui uma frota de 1.941.350 caminhões, ou seja, mais de 65% das cargas do país são transportadas por caminhões, sendo 209.529 empresas de transporte rodoviário de cargas com Registro Nacional: autônomos somam 695.593 registros e, entre as cooperativas, o total é de 422.

 

Conforme Piacentini, 39 anos, sendo que destes, 18 viveu na estrada, são muitos os desafios da profissão. Para ele, falta muito para se ter rodovias de “primeiro mundo”, os pedágios são caros, com pouca estrutura, preços dos combustíveis abusivos, insegurança e roubos. “O trabalho no caminhão é estressante, muito movimento, pouca infraestrutura em pontos de embarque e desembarque, não temos reconhecimento algum. Hoje os que estão na profissão é porque amam o que fazem”, avalia.

 

O caminhoneiro acredita que com o programa a classe receberá benefícios importantes. “Me criei na estrada. Meu avô viajou por uns 60 anos e meu pai ainda está viajando há mais de 40. Por isso, sua representação é grande para mim, é uma paixão. Nela passei momentos alegres e tristes e confio que o Roda Bem vem para valorizar e trazer melhores condições para todos os profissionais que dedicam a sua vida a carregar alimentos, insumos e tantos outros produtos que trazem bem-estar para a sociedade”, ressalta.

 

O projeto

A Unicafes Nacional trabalha na articulação de ações para fornecer infraestrutura, capacitação e assessoramento técnico para um sistema cooperativo nacional de transportadores autônomos de cargas, articuladas através de Cooperativas Singulares com abrangência regional e também por meio de uma Federação de Cooperativas com abrangência Nacional. O objetivo é envolver 100 cooperativas entre novas e existentes e atingir aproximadamente 100 mil caminhoneiros.

 

O projeto conta com uma estrutura de governança e de gestão integrada, fundamentada em quatro pilares e 11 metas, que prioriza baratear o valor de insumos por meio de compras coletivas, desenvolver um aplicativo digital com opções de transporte de carga e compartilhamento de frete, bem como, disponibilizar cursos aos caminhoneiros, na modalidade a distância, com temas como gestão de cooperativas, direção defensiva e prevenção ao uso de drogas.

 

Para saber mais, leia a primeira reportagem desta série,clicando neste link!

 

Texto: Daiane Benso/Ascom Unicafes Nacional
Foto: CCR ViaOeste e CCR RodoAnel /Divulgação

 
2021 - Todos os direitos reservados
Desenvolvido por Grupo Mar Virtual