Presidente da Unicafes prestigia o Concurso de Qualidade de Café, na Bahia
19 de setembro de 2022

A Cooperativa Mista dos Cafeicultores de Barra do Choça e Região (Cooperbac), filiada à Unicafes, em parceria com a prefeitura da respectiva cidade baiana, realizou em setembro, durante algumas etapas, o Concurso de Qualidade de Café para os produtores do município. Foram avaliadas 114 amostras no laboratório de análise física e sensorial da cooperativa, sendo 57 para cafés Naturais e 57 para cafés Despolpados.

 

Ao final foram premiados dez produtores, cinco em cada categoria. Na Despolpado, o 1º lugar foi para a Valéria Vidigal (Fazenda Vidigal); 2º lugar: Osmesino Silva (Sitio Rosa Vermelha) e 3º lugar: Cecília Silva (Barra do Americano). Já na modalidade Natural, o 1º lugar foi para José de Oliveira Leite (Sítio Novo); 2º lugar: Claudionor Louredo (Santa Luzia) e 3º lugar: Ana Cristina Correia (Ouro Verde).

 

O objetivo do concurso foi de incentivar a produção dos cafés de qualidade superior pelos cafeicultores; divulgar o potencial de qualidade e sustentabilidade dos cafés produzidos pelos participantes do concurso; promover ações de fortalecimento do trabalho cooperativo e associativo e fomentar o desenvolvimento territorial das organizações parceiras, públicas e privadas da cidade e região.

 

Durante o evento de premiação, que contou com a presença do presidente da Unicafes, Vanderley Ziger; da presidente da Unicafes Bahia, Regina Dantas; e da coordenadora do Trias no Brasil, Gisele Obara, aconteceu o lançamento das marcas dos cafés “Orgânico e Grão de Origem”, da Cooperbac.

 

“O trabalho do cafeicultor tem grande importância para Barra do Choça, assim como para a Bahia e o Brasil. Vocês nos ensinam a esperar, pois assim como as plantas e os alimentos, cada forma de vida possui um tempo diferente de amadurecer. São os cafeicultores que dedicam suas vidas a arte de plantar e colher esse fruto que é a riqueza de nossa terra”, diz Joara Oliveira, presidente da Cooperbac. Já Gisele enfatiza a importância das parcerias institucionais para o desenvolvimento da agricultura familiar e inclusão dos jovens no campo.

 

Para Ziger, o concurso foi uma oportunidade de enaltecer a importância da agricultura familiar, que produz um dos melhores cafés do Brasil. “Além disso, o concurso é a vitrine do cooperativismo, já que os agricultores se organizam em cooperativas. E a Cooperbac, neste sentido, é referência, pois prioriza os seus produtores e a qualidade dos seus cafés, trazendo produtos com agregação de valor, inovação e visando, inclusive, à exportação”, ressalta.

 

Texto: Daiane Benso/Ascom Unicafes Nacional – Com informações da Cooperbac
Fotos: Daniela Oliveira/Cooperbac – Divulgação

 
2022 - Todos os direitos reservados
Desenvolvido por Grupo Mar Virtual