Conselho de Administração aprova resolução para ampliação da participação de mulheres e jovens no Sistema Unicafes
11 de fevereiro de 2022

O Conselho de Administração da Unicafes Nacional aprovou, em reunião realizada no dia 04 de fevereiro, Resolução referente à aplicação de cotas de mulheres e de jovens no âmbito da Unicafes Nacional, Unicafes Estaduais, Federações, Centrais e Cooperativas associadas. A mesma foi construída coletivamente pela Secretaria de Mulheres e Juventudes e representa um avanço institucional, levando em consideração o cenário histórico da participação de minorias em espaços cooperativistas.

 

Conforme a Resolução, a Unicafes Nacional, as Unicafes Estaduais, Federações, Centrais e Cooperativas filiadas devem alterar/adequar seus estatutos para fazer constar a cota de, no mínimo, 50% de mulheres na composição de todas as instâncias da Diretoria acaso existentes: Diretoria Executiva, Conselho de Administração e Conselho Fiscal, e suas respectivas suplências e na soma total de todos(as) os(as) membros(as) das diretorias, sejam incluídos  30% de juventudes.

 

O documento ainda diz que as Unicafes Estaduais que ainda não tenham criado às Secretarias de Mulheres e Juventudes devem criar em sua estrutura coletivos de mulheres e coletivo de juventudes, além de indicar representantes estaduais para participação do Coletivo Nacional de Mulheres e do Coletivo de Juventudes da Unicafes Nacional.

 

A resolução também aponta, entre outras cláusulas, que as Unicafes Estaduais, Federações, Centrais e Cooperativas deverão fomentar o nivelamento dos dirigentes na sua totalidade, a fim de garantir a efetivação das funções desempenhadas por esses diretores/as, dando condições plenas para desempenho do seu papel diretivo.

 

A Resolução se respalda na decisão do Congresso Nacional da Unicafes Nacional de 2017, realizado em Brasília (DF), que determinou que o Cooperativismo Solidário deve fundamentar-se na equidade entre homens e mulheres nas suas estratégias de organização interna e representação institucional.

 

Para a secretária de Mulheres, Sandra Nespolo Bergamin, a decisão vem consolidar ações concretas para atender os objetivos e missão da Unicafes de construir um cooperativismo popular e solidário, e principalmente de atender o objetivo de diminuição das desigualdades e inclusão social e o trabalho de equidade de gênero, geração, raça e etnia. “Agora temos a capacidade de realizar às alterações dos estatutos e incluir a Secretaria de Mulheres na estrutura organizativa das cooperativas e das Unicafes, possibilitando a participação das mulheres em todos os espaços de decisão”, comenta.

 

O secretário de Juventude, Bruno Engel Justin, comemora a conquista e ressalta a importância de mulheres e jovens participarem de todas as etapas que envolvem a organização cooperativista. “Os mesmos são fundamentais e devem ser agentes das tomadas de decisões”, frisa.

 

O presidente da Unicafes Nacional, Vanderley Ziger, enfatiza que a decisão demostra avanço e maturidade da Instituição e consolida o processo de valorização das secretarias que já iniciou nos últimos anos. “O cooperativismo é cada vez mais representativo, sendo assim necessário construirmos mais solidamente este canal de participação de juventudes e mulheres”, salienta.

 

A Resolução pode ser acessada, na íntegra, no site da Unicafes, neste link:

 

Texto: Daiane Benso/Ascom Unicafes Nacional
Fotos: Divulgação

 
2022 - Todos os direitos reservados
Desenvolvido por Grupo Mar Virtual